top of page

A unidade de significação: uma investigação sobre o problema do sentido em dois textos freudianos


Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Teoria Psicanalítica, como requisito para a obtenção do título de Mestre em Psicologia – UFRJ

Orientadora: Profa. Fernanda Theophilo da Costa-Moura



RESUMO

O presente trabalho tem a finalidade de situar o sentido como um problema de ordem ética a partir do campo da psicanálise. A pesquisa partiu da leitura de dois textos do início do trabalho de Freud, sendo eles: Sobre a concepção das afasias, de 1891, e o Projeto, de 1895. Com a leitura e discussão do primeiro texto foi possível expor as dificuldades de se pensar de forma objetiva o sentido da linguagem, sendo recortado o problema específico da unidade de significação e sua implicação para se pensar a relação entre linguagem e percepção. Além disso, mostrou-se viável postular uma homologia entre a abordagem freudiana da linguagem neste texto com a forma como a linguística estrutural pensou o campo da língua. Com o texto do Projeto, a discussão avançou de um debate teórico quase todo restrito ao campo da linguagem para a atualização dos problemas debatidos na dinâmica da ação humana. Isso foi possível uma vez que este texto visa formalizar os móveis das ações do sujeito, o que leva a uma caracterização do que seria o desejo e a satisfação. São essas noções que foram colocadas em relação com o dilema da undade de significação, mostrando que este problema teria uma dimensão ética fundamental. Como o trabalho visa a dimensão prática da psicanálise e um futuro debate com as ciências exatas, conclui-se como a caracterização desta relação entre sentido e a ética pode orientar determinadas posturas quanto à prática clínica e quanto à recente proposta de processamento semântico na linguagem natural.


A unidade de significação
.pdf
Download PDF • 572KB




29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page